A Li na Alemanha e no Mundo

sábado, 24 de setembro de 2016

Oktoberfest 2016 – A festa da cerveja de Munique

Um comentário :

A festa de cerveja mais famosa já começou

Siiim, a Oktoberfest 2016 já começou!! Diferente do que todo mundo pensa, a festa da cerveja começa todos os anos em setembro e termina no primeiro final de semana de outubro.
Hoje dia 24 de setembro de 2016, estamos em Munique, e pela primeira vez iremos curtir a festa.
Muita gente não sabe direito como funciona, portanto, vou listar nesse post algumas informações importantes sobre a Oktoberfest 2016.
Oktoberfest 2016

Quando acontece a Oktoberfest 2016

A festa dura 2 semanas e acaba sempre no primeiro final de semana de Outubro. Ela acontece todos os dias, de segunda a sexta-feira das 10 às 22:30h, sábado, domingo e feriado das 09 às 23:30h.
Em 2016, ela começou dia 17/09 e o último dia será dia 03/10, que é feriado na Alemanha.

Onde acontece a Oktoberfest

Ela acontece todos os anos em Munique, no sul da Alemanha. O local exato se chama Theresienwiese, um parque enorme que fica a aproximadamente 30 minutos a pé do centro de Munique.

Quanto custa o ingresso para Oktoberfest?

Para entrar na festa não se paga nada! Muita gente não sabe isso, mas na Oktoberfest paga-se apenas o que se consome, bebida e comida, presentes, souvenirs e entradas para os brinquedos que ficam espalhados pelo parque.

Como entrar na Tenda

Para entrar na tenda também não se paga nada, e existem 2 formas de entrar: fazer reserva de uma mesa com meses de antecedência, ou ficar na porta e dar sorte dela não estar muito cheia e o segurança te liberar.
Para reservar, você pode usar o site oficial, mas acreditem em mim, façam isso com muita antecedência, e não estou falando de 2 meses antes.

Qual o melhor dia para visitar a Oktoberfest?

Os melhores dias são os dias de semana, não esqueçam que essa é a maior festa de cerveja do mundo, recebe visitantes de todo o mundo, portanto, é sempre cheia.
De qualquer forma, olhem essa tabela com os dias e horários mais cheios.
Oktoberfest 2016
Foto: oktoberfest.de

Outras informações importantes sobre a Oktoberfest

A Oktoberfest acontece num parque, e nesse local é proibido o consumo de cerveja. Ele é permitido apenas dentro das tendas ou nos Biergarten e para quem estiver sentado. Portanto, se quiser experimentar uma cerveja numa canecona típica da Oktoberfest, siga as regras!!
Veja abaixo o mapa do local:

Oktoberfest 2016
Foto: oktoberfest.de

Para aumentar a segurança no local, a polícia não está permitindo a entrada com mochilas e bolsas grandes. Então, escolha uma bolsa pequena e se estiver de mochila, pode guardá-la na estação principal, que disponibiliza armários para guardar malas.

________________________________________________________________________________________________________________________
Está planejando sua viagem? Não esqueça de fazer suas reservas aqui no blog. Reserve Hotel e contrate seu Seguro-saúde. Dessa forma, você nos ajuda a continuar dando dicas e ajudando nas suas viagens.

________________________________________________________________________________________________________________________

Qual o melhor lugar para se hospedar durante a Oktoberfest?

Os preços dos hotéis nessa época sobem absurdamente. Nem hostel se salva. Se você reservar com bastante antecedência, é possível encontrar locais com preços acessíveis e próximos a festa.
De qualquer forma, Munique possui muitas opções, e se você encontrar locais longe da festa, pode utilizar o transporte público sem problemas.
A opção mais fácil é o metrô (U-Bahn em alemão), a estação fica bem próxima a festa. As linhas U4 e U5 te levam até a estação "Theresienwiese" ou "Schwanthalerhöhe".


Se você ainda tem dúvidas sobre a Oktoberfest de Munique, o blog Destino Munique, tem bastante informação sobre o assunto!!
Para quem também vai a Oktoberfest, Prosit e boa festa!!!

E para quem não vai, acompanhe tudo pelo nosso Facebook e pelo nosso Instagram usando a tag #alinaoktoberfest

Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!
Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.



sexta-feira, 23 de setembro de 2016

3 lugares para ver o pôr do sol em Malta

Nenhum comentário :

Onde ver o melhor pôr do sol em Malta

Malta é um país lindo e quer deixar sua visita ainda mais inesquecível?! Assista um pôr do sol na ilha.
Assisti a esse espetáculo em 3 lugares diferentes, e vou contar cada um para você escolher o mais bonito e aproveitar.

Pôr do sol no Dingli Cliffs em Malta

Decidimos ir para lá na última hora. Estávamos por perto e quisemos aproveitar, e vou uma das nossas melhores escolhas durante essa viagem.
Na minha opinião é o melhor pôr do sol de Malta!
Os cliffs tem uma extensão grande, não possui estacionamento, mas é muito tranquilo estacionar o carro por lá.


Escolhemos uma ponta dos cliffs, sentamos e esperamos o sol se esconder na linha do horizonte do mar. Um verdadeiro espetáculo.
Pôr do Sol em Malta

Pôr do Sol em Malta

Pôr do sol na Cittadella de Gozo

Passamos uma noite em Gozo, e super indico, a cidade é linda e merece ser explorada. Fomos já no final do dia conhecer a Cittadella de Gozo, e fomos surpreendidos por mais um espetáculo da natureza.
Pôr do Sol em Malta

Aproveitamos e fomos no ponto mais alto para apreciar a vista e mais esse pôr do sol em Malta.
Pôr do Sol

________________________________________________________________________________________________________________________
Está planejando sua viagem? Não esqueça de fazer suas reservas aqui no blog. Reserve Hotel e contrate seu Seguro-saúde. Dessa forma, você nos ajuda a continuar dando dicas e ajudando nas suas viagens.

________________________________________________________________________________________________________________________

Pôr do sol na praia Ghajn Tuffieha em Malta

A Ghajn Tuffieha é uma praia é linda, ao lado da famosa Golden Bay. Descemos todos os degraus para chegar na praia e escolhemos nosso lugar ao sol. A praia é tão linda, que farei uma postagem só dela.
Não foi nenhum sacrifício esperar até o pôr do sol, e não nos arrependemos. Só foi uma pena que tinha uma nuvem que estragou o encontro do sol com o mar, mas mesmo assim foi lindo.
pôr do sol em Malta

pôr do sol em Malta

O Arthur colocou a GoPro para tirar fotos a cada 30 segundos e registrar todo o espetáculo. Vejam só como ficou o vídeo:


Agora você já pode escolher o melhor lugar para ver o pôr do sol em Malta. O meu lugar preferido foi o do Dingli Cliffs.

Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!




Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.




quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Conhecendo Aachen, a Cidade de Carlos Magno

Nenhum comentário :

Como foi nosso Stadtführung, um tour guiado por Aachen, na Alemanha

Conhecendo Aachen

Gente, Aachen é minha cidade do coração, eu amo e acho ela linda demais!! E depois de quase 4 anos morando em Aachen, resolvemos fazer um tour guiado, ou Stadtführung, em alemão.
É quase uma vergonha, mas normalmente fazemos isso com a cidade onde moramos, infelizmente.
Mas o que importa, é conhecer mais sobre essa linda cidade e contar um pouco para vocês.
O tour começou na frente do Centro de Turismo de Aachen, que fica numa praça chamada Elisenbrunnen.
Primeiro de tudo, de onde vem esse nome? O nome Aachen deriva de “aha”, que em antigo germânico significa água. Mais para frente, você entenderá por que.
Aachen tem muita história, mas sempre que se fala na cidade, se relaciona com Carlos Magno, mais conhecido nas aulas de história como Carlos, o grande.
Especula-se que o Imperador nasceu na cidade, e morreu nela também, no ano 814. Ele elegeu a cidade para ser sua residência e capital do Sacro Império Romano-Germânico. E trouxe muito progresso para a região, como a reforma na educação, que possibilitou a alfabetização de muitas pessoas, fortalecendo e unificando seu império.
Fizemos o tour pelo centro antigo de Aachen, passamos pela Elisenbrunnen, ou fonte de Elisa, que possui águas termais sulfurosas que chegam a 52,8° C. Depois nossa guia, muito simpática por sinal, nos explicou um pouco sobre a janela arqueológica que fica atrás da fonte, num jardim. Ali estão registrados mais de 5 mil anos de história.
Uma informação interessante, que na verdade já sabíamos, diz respeito a essa escultura.
Conhecendo Aachen

Um símbolo de Aachen são esses dedos, e essa imagem está diretamente relacionada a indústria de agulhas que existia antigamente na cidade. Crianças e mulheres trabalhavam nessas empresas, separando agulhas, e para isso usavam o “dedinho” para ser como um controle de qualidade. Por causa disso, essa imagem se tornou o símbolo de Aachen. Se você cumprimentar alguém em qualquer lugar da Alemanha e usar o seu “dedinho” para a saudação, eles saberão que você é Öcher, que significa de Aachen.
A guia nos contou um pouco sobre as principais fontes do centro de Aachen, que é a fonte da circulação do dinheiro e a fonte das bonecas. Mas Aachen possui 56 fontes, daria para fazer um tour somente pelas fontes. Entendeu agora porque o nome deriva de uma palavra que significa água?!
Se você não segue a gente no Instagram, aproveite e corre lá @alinalemanha

O passeio continuou contando algumas curiosidades sobre a Catedral de Aachen, sobre a antiga prefeitura ou Rathaus, em alemão. O local onde fica a antiga prefeitura, era onde estava o palácio de Carlos Magno, e até hoje uma única torre sobrevive desde aquela época.
Conhecendo Aachen
Essa torre é a única parte que sobrou do castelo original do Carlos Magno

Passamos também pelo museu de tesouro religioso mais importante da Europa, o Aachener Domschatz.
Conhecendo Aachen

Escutamos um pouco sobre um dos símbolos de Aachen, que é o Aachener Printen, um doce tradicional que é somente fabricado e comercializado na cidade. E eu adoro!! Não esqueça de provar!!
Conhecendo Aachen
Estátua da menina segurando um Printen

Conhecendo Aachen

E terminamos o passeio, depois de 1 hora e 30 minutos, na frente da Catedral de Aachen, ouvindo mais uma das lendas da cidade, que contarei em breve.
Conhecendo Aachen

Conhecendo Aachen - Como fazer o tour guiado pela cidade

O seu Stadtführung, ou tour guiado, pode ser reservado e comprado diretamente no centro de turismo de Aachen.
Endereço do Centro de Turismo: Friedrich-Wilhelm-Platz – Aachen
Horário de atendimento do Centro de Turismo: Segunda a sexta-feira das 10 às 18 horas e aos sábados das 10 às 14 horas.
O tour custa 7,50€ e tem a duração de 1 hora e 30 minutos.
O tour guiado em alemão acontece todos os sábados, domingos e feriados as 11 horas.
Especialmente de 01.04 a 31.12 também acontece diariamente as 14 horas, em alemão e as 11 horas em inglês.
O tour em alemão custa 7€ por pessoa e o em inglês custa 9€ por pessoa.

Minha opinião: Vale muitíssimo a pena fazer esse tour. Nós já conhecíamos algumas histórias, mas moramos aqui há quase 4 anos. Para quem vem pela primeira vez na cidade, é fundamental conhecer um pouco mais da história, suas lendas, seus personagens importantes.
Dessa forma, tenho certeza que Aachen se tornará ainda mais encantadora para você.
Conhecendo Aachen



**O Blog A Li na Alemanha e no Mundo foi convidado pelo Centro de Turismo de Aachen para fazer o tour guiado, e agradecemos a oportunidade. Mas salientamos que tudo que foi descrito aqui se baseia na nossa experiência durante a estadia e são nossas opiniões pessoais.


Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!
Facebook
Instagram
Twitter
Pinterest

Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.



segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Tudo que você precisa saber para ir a Ilha de Gozo

Nenhum comentário :

Como ir de Malta para Gozo e passar um dia na ilha

Malta é composta por 3 ilhas, Malta, Gozo e Comino. A principal é Malta e os turistas passam mais tempo nessa ilha. Mas a Ilha de Gozo é imperdível, e merece ser conhecida, reserve pelo menos 1 dia para ficar em Gozo.
Para chegar a Ilha de Gozo, é preciso pegar a balsa. Se você estiver de carro, vá até o Cirkewwa Ferry Terminal, de ônibus poderá pegar o 41 saindo de Valletta. O trajeto de ônibus de Valletta para o terminal pode demorar 1 hora e 30 minutos, dependendo do transito.
Com fomos de carro, contarei mais como chegar de carro, que foi minha experiência.
Chegando no ferry, ele é muito bem sinalizado e organizado. As filas de carro funcionam super bem e fique tranquilo, cabe muitos carros em cada balsa.
Gozo

O pagamento da balsa é feito apenas quando se volta de Gozo.
A balsa é enorme, tem um café e proporciona lindas vistas. O trajeto dura aproximadamente 25 minutos.
Gozo

Dica: indo para Gozo, fique do lado direito da Balsa, a paisagem é mais bonita.

Gozo
Ilha de Comino vista da Balsa

Gozo

Gozo
Chegando na Ilha de Gozo
Na Ilha de Gozo, você descerá no porto Mgarr. Nós fomos direito para o nosso hotel, que era o Hotel Downtown, e se clicar no nome do hotel, irá ler a resenha que fiz sobre nossa hospedagem.
Dica: Para conhecer melhor a ilha de Gozo, pegue um ônibus de turismo Hop on Hop off, ele para nos principais pontos turísticos da ilha e você pode descer e voltar para o ônibus quando quiser. No porto Mgarr, você consegue já pegar esse ônibus, então aproveite e saia de lá já conhecendo a ilhota.


Gozo

Para voltar para Malta, volte para o porto Mgarr e pegue a balsa. Tudo é bem tranquilo e organizado, mas dessa vez você irá passar no caixa antes para pagar a balsa.
Nós pagamos 15,70€ pelo carro e motorista, e o valor de 4,65€ por mais um passageiro, o total foi 20,35€.

Como disse lá no início, vale muito a pena conhecer Gozo, seja num bate-volta ou para passar mais dias por lá. Nas próximas postagens, irei contar alguns motivos para você escolher dormir pelo menos uma noite na ilha de Gozo!! Não perca!!

Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!
Facebook
Instagram
Twitter
Pinterest


Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.




sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O que você precisa saber para planejar sua viagem para Malta

Nenhum comentário :

Uma introdução da nossa maravilhosa viagem para Malta

Malta é um lindo país que ainda está sendo turisticamente descoberto pelos brasileiros. Composto por um conjunto de 3 ilhas (Malta, Gozo e Comino), com uma área de 316 Km², reúne muita história e lindas praias. Quer lugar melhor para passear?!
Atualmente, Malta tem uma população de 420.450 pessoas, e o país entrou para a União Europeia em 2004.
A história dessa ilha é muito interessante, a partir de 1530, os cavaleiros da Ordem de São João governaram o país. Essa ordem é atualmente conhecida como Cavaleiros de Malta, representada por uma estrela de 8 pontas, que é encontrada por todo o país.
Em 1565, os turcos otomanos tentaram conquistar a ilha, organizaram um cerco com o maior exército turco. Mas incrivelmente, os cavaleiros de Malta venceram, mesmo sendo em menor número.
Depois disso, em 1798, Napoleão Bonaparte invadiu e tomou a ilha. Mas em 1800, a Grã-Bretanha tomou o controle da ilha e assim ficou até 1974.
Durante a 2ª Guerra Mundial, Malta teve um papel importante devido a sua proximidade às linhas de navegação da Alemanha e seus aliados. O pais foi muito bombardeado, principalmente depois que a Itália entrou na guerra ao lado da Alemanha.
Os malteses dizem que são muito gratos aos britânicos, pois eles tinham apenas o interesse na localização da ilha e seus portos, e sendo assim, levaram muito progresso para a ilha.
A moeda oficial é o Euro, e todos por lá falam inglês, apesar da língua oficial ser o maltês. O maltês é uma mistura de árabe, italiano e um pouco de inglês, muitas vezes, quando escutamos, parece ser italiano, pela musicalidade.
Uma informação importante para planejar sua viagem é saber sobre as tomadas de Malta. Elas são padrão inglês, aqueles de 3 entradas e com certeza você precisará de adaptador. Nós esquecemos de levar o que tínhamos, e compramos um no aeroporto. A voltagem por lá é 220, como em toda a Europa.
Nós optamos por alugar um carro e assim conseguir explorar mais a ilha. Mas li relatos de pessoas que fizeram isso com ônibus público e não se arrependeram.
Gostamos muito de visitar tanto a parte histórica quanto as praias. As águas são cristalinas e não estavam tão geladas, o mar é bem calmo, e quase não tem ondas.
Algumas praias são de pedra e possuem muitas algas, portanto, um sapato de praia pode facilitar muito. Apesar de algumas serem de areia grossa, eu usei bastante meu sapato.
Uma coisa imperdível para se fazer em Malta é ver o pôr-do-sol. Tivemos a sorte de ver o pôr-do-sol em 3 lugares diferentes, e vou contar tudo nos próximos posts.
Ficamos 1 semana nesse país incrível, e já comecei a escrever algumas dicas:
Mas ainda tem muito mais. Então, não percam os próximos posts. 
Um blog que me ajudou muito no planejamento da viagem, que tem muita informação sobre o país, foi o By Brasileiros em Malta.

Enquanto isso, fiquem com o mapa do resumo do nosso trajeto, algumas fotos, e um vídeo que postei no Instagram Stories, e se não segue o blog no Instagram ainda, não perde tempo, segue lá: @alinalemanha e não perca mais nenhum passeio. 

Nosso trajeto por Malta




Malta

Malta

Malta

Malta

Malta

Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!




Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.



quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A importância de ter um seguro-viagem

Nenhum comentário :

É necessário fazer seguro-viagem? Saiba todas as informações

seguro-viagem

Muitas pessoas ficam pensativas quando chegam nesse assunto durante o planejamento de uma viagem.
Preciso mesmo gastar todo esse dinheiro em um seguro-viagem?
Minha resposta para essa pergunta é: SIM!!
Em alguns casos, contratar o seguro-saúde, ou seguro-viagem, será apenas por precaução. Mas em outros, é obrigatório!!
Muita gente não sabe que para viajar para os países que assinaram o Tratado de Schengen, é obrigatório ter um seguro-saúde com uma cobertura mínima de 30.000€.
Esse Tratado de Schengen é um acordo entre países, onde as fronteiras são livres. Ele é composto por 26 países e conta com 22 dos 28 membros da União Europeia (Bulgária, Romênia, Chipre, Croácia, Irlanda e Grã-Bretanha não o integram), e soma-se a eles outros quatro não membros (Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça).
Se você não vai viajar para nenhum desses países onde o seguro-saúde é obrigatório, pense da seguinte forma, imprevistos acontecem, a qualquer pessoa em qualquer lugar, então previna-se!

Como contratar um seguro-saúde

Existem muitos seguro-saúde por aí, então para facilitar a Real Seguros reúne várias seguradoras e te oferece o melhor seguro de acordo com a sua viagem.
Confio bastante na Real Seguros, e por isso, eles se tornaram parceiros do blog. A partir de agora, você poderá contratar seu seguro-saúde com a Real seguros direto através do blog. Você não pagará nada a mais por isso (Nada mesmo, garanto!) e o blog ganha uma pequena porcentagem da sua compra. Isso nos ajuda a manter o blog e continuar contando dicas incríveis para vocês.
Além disso, podemos ter promoções!!
Mais vantagens para contratar seu seguro-saúde com a Real seguros? Vamos lá:
Auxílio total para a compra do melhor seguro-saúde, levando em consideração seu destino, exigências que possam ter, suas necessidades, entre outras coisas
Intermédio, com atendimento em português, em caso de sinistro. Se você precisar acionar seu seguro-saúde durante a viagem, a Real seguros irá te ajudar.
Olha um resuminho das vantagens:
Real Seguros


Gostou de todas as dicas? Então cote agora seu seguro-saúde com a Real Seguros, é só você clicar nesse link: Cote seu seguro-viagem com a Real Seguros.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Mais 3 motivos para conhecer Aachen na Alemanha

Nenhum comentário :

Conheça Aachen a pequena grande cidade a oeste da Alemanha

Aachen é uma cidade considerada pequena, mas pode te surpreender positivamente.
Já escrevi um post sobre 5 motivos para conhecer Aachen. Mas se você ainda precisa de mais motivos para te convencer a conhecer essa cidade linda, vou te dar mais 3 motivos para conhecer Aachen.

Carnaval

Sim, não é só em Colônia e Düsseldorf que o carnaval acontece, Aachen também tem um carnaval animado, viu.
Ele também começa dia 11.11 as 11:11 horas e vai até a data de carnaval que coincide com a do Brasil.
O principal desfile acontece sempre na segunda-feira de carnaval. A galera vai toda fantasiada e se diverte tentando pegar os docinhos que são jogados dos carros que estão desfilando.
Passamos nosso primeiro carnaval alemão em Aachen, no dia estava nevando, mas me diverti e voltei para casa cheia de docinhos. Veja o post do nosso carnaval em Aachen: Karneval in Aachen.

Printen

Aachen tem um doce típico que existe a muitos e muitos anos, provavelmente desde 1820, chama-se Printen e todos deveriam conhecer.
Eu adoro, ele tem gosto de pão de mel, mas um pouco mais duro, e vem sempre num formato retangular.
Existem muitos lugares na cidade que fazem o tradicional Printen, mas o interessante é que o original é vendido apenas aqui em Aachen, e por isso, é chamado de Aachener Printen.
Já existem também variações do Printen, com chocolate, amêndoas, chocolate amargo, chocolate branco, nozes, entre outros.
Aachen
Olha só o Carlos Magno, figura ilustre da cidade, em forma de Printen

Outlet de chocolate Lindt

Aaaaahhh agora te convenci né!! :)
Aachen possui uma fábrica e o Outlet da Lindt!! É uma loucura!!
Por aqui os preços de chocolate Lindt já não são tão altos como no Brasil, e no Outlet eles ainda têm desconto.
Aachen

E quer mais uma dica?? No outlet tem uma parte com os chocolates que não passaram no controle de qualidade, mas não por causa do sabor, e sim pela aparência, ficou com bolha, torto, essas coisas. Nessa parte você pode encontrar até 1kg de chocolate Lindt por um precinho de aproximadamente 7€.
Vai perder essa dica?
Bom, Aachen ainda tem muitos atrativos, que vou contando aos poucos para vocês aqui.

Mas espero que eu tenha conseguido fazer você ter uma vontadinha de conhecer a cidade que eu moro!! E se vier, podemos marcar um café!! :)



Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!




Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.




segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Como foi a nossa visita ao parque Popeye Village Malta

Um comentário :

Coloque na sua lista o Popeye Village Malta, parque de diversões onde foi gravado o filme Popeye

Quem nunca assistiu o desenho do Popeye?! Todo mundo conhece, e logo já se lembra também da Olivia Palito, do Brutus e outros.
Mas muita gente não sabe que o ilustre personagem também tem um filme em sua homenagem. O filme chama-se Popeye e é um musical estrelado, por ninguém menos, que o saudoso Robin Willians.
Popeye Village Malta

E o que menos gente sabe ainda é que o set de filmagem do filme se transformou num parque, o Popeye Village Malta.
Popeye Village Malta

O filme, de 1980, foi gravado em Malta. As casas foram construídas exclusivamente para isso, e depois aproveitadas para o parque.
Algumas áreas foram adaptadas, como um minigolfe, uma área para crianças e restaurante.
A praia onde fica o parque chama-se Anchor Bay, e é maravilhosa.
Popeye Village Malta

O ingresso do parque inclui um passeio de barco pela praia. O passeio é rápido, por volta de 15 minutos, mas vale muito a pena, a região é linda. Esse passeio pode ficar indisponível dependendo da condição climática.

Como foi nossa visita ao Popeye Village Malta

Chegamos bem cedo, perto do horário de abertura. O parque possui estacionamento com muitas vagas.
Entramos e fomos conhecer todas as casas, e entrar em algumas que ficam abertas. Uma delas é a casa do Popeye, com objetos que foram usados no filme. Uma outra casa é um museu, com quadrinhos, objetos e muitas coisas relacionadas ao Popeye, e um mini cinema, onde fica passando o filme.
Popeye Village Malta

Popeye Village Malta

Popeye Village Malta

Logo nos chamou a atenção alguns bangalôs que ficam espalhados pelo parque. Pegamos um, deixamos as coisas e caímos na água.
A praia tem bastante pedra e algas, então sapatos de praia serão muito úteis. Além disso, leve seus óculos de mergulho, tem muitos peixinhos e a agua é incrivelmente transparente. A agua é extremamente calma, se quiser, pode também trazer boia e aproveitar ainda mais a água.
Os brinquedos que ficam na água também são divertidos.
Depois disso, fizemos nosso passeio de barco, que está incluído no ingresso, apesar de rápido é lindo.
Deixamos nossas coisas no bangalô, claro que as coisas de mais valor, levamos conosco, mas ninguém mexeu em nada.
Popeye Village Malta

O parque possui Wi-Fi, mas ele está disponível apenas no restaurante e bar do parque, quando nos afastamos um pouco dele, já não funciona mais.
Almoçamos no restaurante do parque, estava um pouco cheio, mas com paciência, logo encontramos uma mesa. A primeira impressão foi de que apesar de estar num parque, onde só existe esse lugar para comer, os pratos não são caros. Meu lanche estava delicioso, veio acompanhado de batata frita e uma saladinha, e paguei 10,95€.
Popeye Village Malta

O parque possui também uma piscina adulto e uma infantil. Esse local fica beeeeem cheio, e eu particularmente preferi os bangalôs perto da praia.
Popeye Village Malta

Além de todas essas coisas deliciosas, você ainda pode cruzar a qualquer momento com os personagens principais dessa história. Popeye, Olivia Palito e Brutus ficam pelo parque, tirando fotos, fazendo brincadeiras e até alguns exercícios, como dança e alongamento na praia.
Popeye Village Malta

Popeye Village Malta


O ingresso também dá direito a um cartão-postal, que é retirado na lojinha. Aproveite para ver camisetas, outros postais, e souvenirs do Popeye e sua turma.
Achei muito interessante que quando estávamos saindo, uma menina nos convidou para dar nossa opinião sobre o parque, e eles são muito receptivos quanto às críticas construtivas.
Gostei muito do parque, ainda bem que coloquei ele na nossa lista de passeios por Malta.
Popeye Village Malta

Chegamos no parque por volta das 10h da manhã e saímos de lá as 16 horas. Tivemos um dia divertido de praia, comida boa e muito sol.
Dica da Li: Se estiver de carro, quando sair do parque, pegue a estrada para a direita. Depois de alguns metros, ao seu lado direito, você terá uma vista panorâmica maravilhosa do parque e da sua praia de aguas cristalinas, imperdível.
Popeye Village Malta

Informações do parque Popeye Village Malta

Endereço: Triq Tal-Prajjet, Il-Mellieħa
Horários:
Novembro a Março: das 9:30 às 16:30 horas
Abril a Junho/Setembro a Outubro: das 9:30 às 17:30 horas
Julho e Agosto: das 9:30  às 19 horas
O parque possui um preço diferenciado, dependendo da época do ano que você visitar.
O preço para o período de Julho a Agosto é de 15,50 por pessoa.
Para maiores informações, acesse o site oficial Popeye Village Malta.
Você pode comprar seu ingresso no próprio parque, ou online no site oficial.

Se você está planejando sua viagem à Malta, coloque já o Popeye Village Malta na sua lista!! 

**O Blog A Li na Alemanha recebeu do Popeye Village Malta cortesia dos ingressos, e agradecemos a oportunidade. Mas salientamos que tudo que foi descrito aqui se baseia na nossa experiência durante o passeio e são nossas opiniões pessoais.


Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!
Facebook
Instagram
Twitter
Pinterest

Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)

Fill out my online form.


sexta-feira, 9 de setembro de 2016

British Hotel, seu hotel no coração de Valletta, a capital de Malta

Nenhum comentário :

Como foi nossa hospedagem no British Hotel

Valletta é a capital de Malta, e claro que se hospedar na cidade por pelo menos uma noite, é quase obrigatório para quem visita o país. Mas achar um hotel com bom custo-benefício pode ser uma tarefa difícil, e é aí que entra nossa ajuda.
Vou contar aqui como foi nossa hospedagem de 2 noites no British Hotel, em Valletta.

Estrutura do British Hotel

O hotel dispõe de 44 quartos mobiliados, mas apenas alguns possuem ar-condicionado. Todos os quartos possuem ducha, e em alguns casos o banheiro fica do lado de fora.
Alguns quartos possuem varanda com vista para o porto.

Possui vários tipos de quartos que podem ser escolhidos de acordo com as comodidades e preços.
O hotel possui elevador que dá acesso a todos os andares.
Possui um restaurante e longe com vista panorâmica para o porto da cidade. Da varanda do restaurante e do longe também é possível ver as 3 antigas cidades de Malta.
British Hotel

A recepção fica aberta 24 horas e o hotel disponibiliza Wi-Fi na área comum e nos quartos.
O hotel não possui estacionamento.

Localização do British Hotel

O hotel está bem localizado, próximo ao centro de Valletta e ao elevador da cidade, que dá acesso ao porto, e onde se pega a balsa para as 3 cidades.
British Hotel

Como foi nossa experiência no British Hotel

Chegamos antes do horário de check-in e fomos deixar as malas o hotel. A recepcionista não foi muito simpática e não achava nossa reserva. Mas depois de alguns minutos tudo se resolveu, deixamos as malas e fomos aproveitar Valletta.
British Hotel

British Hotel

O hotel não possui estacionamento, tem algumas vagas na rua bem em frente ao hotel, mas não se pode deixar reservado, então achar uma vaga livre para estacionar pode ser um pouco difícil. Achamos vaga em todas as vezes numa rua próxima, veja no mapa abaixo:
British Hotel

Voltamos a noite, o senhor que estava na recepção foi mais simpático, pegamos as malas, e fomos para o quarto. O nosso quarto tinha uma ducha, mas não tinha WC dentro do quarto. O WC era bem próximo, mas isso pode ser um problema para quem não está acostumado ou para quem vai muitas vezes ao banheiro durante a noite.
British Hotel

British Hotel

Um problema do quarto era que ele não tinha ar-condicionado. Como fomos em agosto, e o verão estava com forca total, foi um pouco difícil de dormir. Tinha um ventilador, mas não resolvia muita coisa. Então meu conselho é, se você for no verão, pegue um quarto com ar-condicionado. Fora isso, foi tudo bem durante as nossas 2 noites.
Nossa diária incluía o café da manhã, no primeiro dia, aproveitamos para sentar numa mesa na varanda e apreciar a vista.
British Hotel

Um típico café da manhã inglês, com ovos, salsicha, feijão, pães, manteiga e geleias, além de suco, café, chás e cereais. Não tinha muita variedade, mas é suficiente para nos preparar para um dia de passeio.
O Wi-Fi funcionou perfeitamente em todas as áreas do hotel inclusive no quarto.
Na nossa 2ª noite, jantamos no Panaroma Restaurant. A noite foi agradabilíssima regada a vinho branco maltes. Pedimos uma entrada que era de melancia, melão, camarão e amendoim, temperada com coentro, estava deliciosa.
British Hotel

Ganhamos como cortesia do restaurante, queijo de cabra maltes com mel e nozes. Ainda não achei o adjetivo para essa combinação perfeita de sabores, maravilhoso.
O prato principal foi um risoto com camarões e rúcula, perfeito!!
British Hotel

Após o jantar, fomos apreciar a vista na varanda do Lounge. O garçom foi muito atencioso, e aproveitamos para trabalhar um pouco usando o Wi-Fi que pega muito bem no Lounge.
British Hotel
Amo livros, e o hotel ganha muitos pontinhos comigo quando disponibiliza uma estante recheada de livros para os hóspedes

Um diferencial do hotel é realmente a localização, com poucos minutos de caminhada, chegamos à Catedral de St. John, é apenas preciso subir algumas escadas, mas isso é algo inevitável em Valletta.
Num dos dias, descemos as ruas e pegamos a balsa que nos leva até as 3 antigas cidades, foi muito fácil e rápido.
British Hotel

A maior parte da nossa hospedagem foi muito agradável, e eu voltaria ao British Hotel, na minha próxima ida à Malta.

Informações do British Hotel

Endereço: 40, Battery Street, Valletta, Malta
 Telefone: +356 21224730 
Site oficial British Hotel
Você pode reservar seu quarto no British Hotel diretamente no site oficial ou através no site Booking.com.
Se quiser dar uma ajudinha para o blog, para continuarmos contando ótimas dicas e experiências das nossas viagens, reserve seu quarto no British Hotel através do link abaixo:


Booking.com


*Reservando seu hotel através do link acima, você não paga nada a mais por isso e ainda dá aquela ajudinha para o blog. 

**O Blog A Li na Alemanha recebeu do British Hotel desconto na hospedagem, e agradecemos a oportunidade. Mas salientamos que tudo que foi descrito aqui se baseia na nossa experiência durante a estadia e são nossas opiniões pessoais.


Já está seguindo a gente nas redes sociais?! Aproveita, segue e não perca nenhuma das nossas aventuras e passeios!!
Facebook
Instagram
Twitter
Pinterest

Cadastre seu e-mail para não perder nenhuma das nossas aventuras!!
*Não se preocupe, também não gosto de spam. E você poderá de descadastrar quando desejar. ;)
Fill out my online form.